O desânimo é nosso pior inimigo ao aprender outro idioma. Saiba o que fazer para se manter motivado.

No último post, falei sobre como começar a estudar inglês só. O que fazer e como fazer para dar esse primeiro passo nessa jornada.

Se você gosta de aprender idiomas, qualquer situação que te proporcione um contato mínimo que seja, é motivo de alegria. Quando não gosta ou não tem aquela paixão por falar outras línguas, mas sabe que é importante e precisa aprender, começa a complicar um pouco sua trajetória. Iniciar o aprendizado em outro idioma, independente de qual seja, é fácil, o difícil é se manter nessa rotina por muito tempo.

Estudar em um curso e manter-se até fim do semestre ou fim do ano é um tormento. Muitas vezes, abandona-se o curso antes desse prazo acabar e ter disciplina para estudar só, é ainda pior. Qualquer coisa nova em sua rotina tira seu foco e você desmotiva, como um novo curso, que você precisa se dedicar, entra em sua rotina; começa a semana de provas na faculdade; precisa ter vida social… enfim, se manter motivado aprendendo outro idioma é complicado.

Então como continuar sempre ávido com o aprendizado de uma segunda língua? Bem, para explicar isso, vou compartilhar minha própria experiência.

Plano que não deu certo

Eu nasci e cresci em uma cidade onde o contato com estrangeiros é quase zero, mas eu sempre quis ser fluente em inglês. Então, minhas principais fontes de contato eram jogos, filmes e músicas. Essa última, os 15 anos, se tornou mais presente que minhas outras fontes de estudo, além de tudo no universo musical, como assistir as entrevistas dos artistas que eu gostava no YouTube ou em seus DVDs e praticar muito guitarra com as vídeoaulas que eu tinha acesso dos guitarristas que admirava.

Nessa idade, fiz parte de uma banda de heavy metal e o objetivo que meus companheiros e eu queríamos alcançar era fazer uma turnê internacional. Por anos, meu estudo de inglês foi intenso devido a esse grande sonho. Parecia impossível de ser realizado, mas eu sempre tive em mente que se acontecesse, eu estaria pronto para me virar durante a tour. Infelizmente, a banda acabou e a turnê não aconteceu, porém, eu tinha um objetivo, que me manteve motivado, praticar e falar sozinho, simular situações, aprender a escutar e me fazer ter o nível de inglês que tenho hoje.

Encontre um objetivo

Não comece um curso simplesmente por começar. Você vai para faculdade, por exemplo, por vários motivos: passar em um concurso; se tornar o profissional que sonha ser; conseguir um grau superior simplesmente por querer ter um, não importa a razão, você tem um objetivo concreto que te impulsiona a ir todo dia a estar lá.

Faça uma reflexão

Pergunte a si mesmo, qual o motivo que te leva a aprender outro idioma? É algo relevante para mim? Onde quero chegar falando inglês, francês, alemão, mandarim? Uma vez que seu objetivo esteja determinado e que ele seja um grande plano, como mudar de país, trabalhar naquela multinacional que você sonha, viajar sem depender de terceiros, seu aprendizado fluirá melhor e se desmotivar não será mais um problema.

Vamos exercitar esse mindset(mentalidade) um pouco, para fazer você se manter motivado. Diga-me, quais são seus planos e objetivos que te motivam a começar a aprender outra língua? Onde você quer que esse idioma novo te leve daqui a 10 anos?

Espero ter ajudado e vamos estudar.

Um forte abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *